Batalha de Meloria (1284)

A Batalha de Meloria foi travada entre 5 e 6 de agosto de 1284 perto da ilhota de Meloria, no Mar Tirreno entre a frota genovesa e a de Pisa. A vitória de Génova, e a destruição da frota de Pisa marcou o declínio da República de Pisa. [1]

Antecedentes

Durante o século XIII, a República de Génova aliou-se ao bizantino Império de Niceia, que recebeu ajuda de Génova para ajudar a recuperar Constantinopla, em 1261. A aliança permitiu uma grande expansão comercial do Império e também, a conquista de muitas ilhas e colónias no mar Egeu. Ao mesmo tempo, a República conquistou importantes interesses comerciais em todo o mar Negro, onde muitas colónias de Génova controlavam a Crimeia.

O Império Bizantino concedeu a maioria dos direitos de comércio para Génova. A aliança com o Império Bizantino aumentou a riqueza e o poder de Génova, e, simultaneamente, diminuiu o comércio de Veneza e Pisa.

Em 1282 Pisa tentou obter o controle do comércio e administração da Córsega, quando o juiz de Cinarca, Sinucello, se revoltou contra Gênova e pediu o apoio a Pisa. [1] [2]

Em agosto de 1282 parte da frota genovesa bloquearam o comércio de Pisa perto do rio Arno. [2] Durante 1283, tanto Génova e Pisa fizeram os preparativos para a guerra. Pisa reuniu soldados da Toscana e nomeou capitães a partir de suas famílias nobres. Genova construíu de 120 galeras, 60 das quais pertenciam à República, enquanto as outras sessenta galeras foram alugadas para indivíduos. Para essa frota, pelo menos, de 15.000 e 17.000 remadores e marinheiros eram necessários. [2]