Bósnia e Herzegovina

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde agosto de 2012). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser acadêmico)
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde junho de 2017).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.
Bosna i Hercegovina
Боснa и Херцеговинa

Bósnia e Herzegovina
Bandeira da Bósnia e Herzegovina
Brasão da Bósnia e Herzegovina
BandeiraBrasão de armas
Lema: Vojnici se bore za federaciju

(do Bósnio "As tropas estão a lutar pela federação)

Hino nacional: Intermeco ("Intermezzo")
Gentílico: bósnio

Localização da Bósnia e Herzegovina

Localização da Bósnia e Herzegovina (em vermelho).
CapitalSarajevo
43º52'N 18º25'E
Cidade mais populosaSarajevo
Língua oficialBósnio, croata e sérvio
GovernoRepública parlamentarista federal tripartida
 - Alto RepresentanteValentin Inzko1
 - Membros da PresidênciaBakir Izetbegović2
Dragan Čović3
Mladen Ivanić4
 - Presidente do Conselho de MinistrosDenis Zvizdić
IndependênciaHistória 
 - Formada29 de agosto de 1189 
 - Reino estabelecido26 de outubro de 1377 
 - Independência perdida para o Império Otomano1463 
 - Independência da Iugoslávia1 de março de 1992 
 - Reconhecida6 de abril de 1992 
Área 
 - Total51 197 km² (127.º)
População 
 - Estimativa para 20163 861 912[1] hab. (129.º)
 - Censo 19914 377 033 hab. 
 - Densidade69 hab./km² 
PIB (base PPC)Estimativa de 2016
 - TotalUS$ 42 530 milhões (113.º)
 - Per capitaUS$ 11 000 (137.º)
IDH (2017)0,768 (77.º) – elevado[2]
MoedaMarco convertível (BAM)
Fuso horárioHorário da Europa CentralCET (UTC+1)
 - Verão (DST)CEST (UTC+2)
Org. internacionaisConselho da Europa, CEFTA
Cód. ISOBIH
Cód. Internet.ba
Cód. telef.+387

Mapa da Bósnia e Herzegovina

1Não é membro do governo; o Alto Representante é um supervisor internacional civil do cumprimento do Acordo de Paz de Dayton no país. Tem poder para demitir tanto agentes eleitos como não eleitos e para promulgar legislação.
2Atual líder da presidência; bósnio.
3Atual membro da presidência; croata.
4Atual membro da presidência; sérvio.

A Bósnia e Herzegovina (ou, de forma abreviada, Bósnia;[3][4] em bósnio, croata e sérvio: Bosna i Hercegovina, pronunciado AFIbôsna i xěrt͡seɡoʋina; em alfabeto cirílico: Босна и Херцеговина) é uma república federal dos Balcãs, resultante da dissolução da Jugoslávia, limitada a norte e oeste pela Croácia, a leste e a sul pela Sérvia, e a sul pelo Montenegro, dispondo ainda de uma minúscula extensão de litoral, no mar Adriático. Sua capital é a cidade de Sarajevo. É composta por duas entidades politicamente autónomas, a Federação da Bósnia e Herzegovina (federação croato-bosníaca) e a República Sérvia (também conhecida como República Srpska, que não deve ser confundida com a Sérvia propriamente dita).

A república independente está dividida em duas regiões geográficas: Bósnia, na parte setentrional, uma região de montanha que encontra-se sob a cobertura das densas florestas; Herzegovina, na parte meridional, compõe-se, em sua maioria, de montes rochosos onde a atividade econômica praticada é a agricultura. Antes da guerra civil, mais de um quinto da população que habitava a Bósnia e Herzegovina se compunha de fazendeiros responsáveis pelo cultivo de frutas cítricas e legumes. A república independente possuía grandes reservas minerais onde eram extraídos bauxita, cobre, ferro, aço, linhito, madeira e zinco. As indústrias de maior importância foram as que fabricavam ferro, aço, couro, alimentos e têxteis, sendo destruídas mais tarde em virtude dos conflitos da guerra civil.

Os principais grupos étnicos que habitam a Bósnia e Herzegovina são majoritariamente bósnios, sérvios e croatas. A maioria dos habitantes que vivem no país são falantes do servo-croata e adotantes do alfabeto cirílico. Metade da população segue o cristianismo (35 por cento segue a Igreja Ortodoxa Sérvia e 15 por cento segue o catolicismo) e 46 por cento é muçulmana.

Há 2.000 anos, os ilírios foram os primeiros habitantes da atual Bósnia e Herzegovina. Depois do ano 100, diversos povos passaram a dominar a região; governantes do Império Romano, do Império Bizantino, do Reino da Croácia, do Reino da Hungria e do Reino da Sérvia foram ali estabelecidos. Os turcos otomanos foram os governantes da atual Bósnia e Herzegovina entre a segunda metade do século XV e o ano de 1878.

O Império Austro-Húngaro dominou a região em 1878. Em 1914, um estudante nascido no Reino da Sérvia, Gavrilo Princip, assassinou o arquiduque da Áustria Francisco Ferdinando em Sarajevo, na Bósnia recém anexada ao Império Austro-Húngaro. Esse foi o estopim da Primeira Guerra Mundial.

Com o término da Primeira Guerra Mundial, o Reino da Jugoslávia anexou a Bósnia e Herzegovina em 1918. Na época em que eclodiu a Segunda Guerra Mundial, os soldados da Bósnia e Herzegovina entraram na luta contra tropas da Alemanha Nazi e da Itália fascista que foram responsáveis pela ocupação da terra dos bósnios.

A Bósnia e Herzegovina tornou-se independente em 1992. Depois de ser proclamada a independência do país, eclodiu uma guerra civil, resultando num genocídio que causou a morte de 200 mil pessoas.

História

A partir do século XII, várias partes da região que hoje corresponde à Bósnia e Herzegovina foram tomadas pelos sérvios, croatas, húngaros, venezianos e bizantinos. No século XII, o Reino da Hungria passou a governar o território, delegando o poder a vice-reis distritais de origem bósnia, croata e húngara. Anos depois, a região foi invadida pelo Império Otomano e, depois de várias batalhas, tornou-se uma província turca. Durante os séculos XVI e século XVII, a Bósnia foi um ponto estratégico nos conflitos constantes contra os Habsburgos e contra Veneza. Durante este período, uma parte da população, conhecida como «Bugomilos», sérvios que professavam uma heresia de tipo arianista, converteu-se massivamente ao Islão.

Depois da guerra russo-turca, entre 1877 e 1878, a Bósnia e a Herzegovina ficaram a constituir um protectorado sob controlo do Império Austro-Húngaro, tendo sido anexada em 1908. A nova constituição dividiu o eleitorado em ortodoxo, católico e muçulmano, o que contribuiu muito pouco para travar o crescente nacionalismo sérvio.

Em 1914, o arquiduque austríaco Francisco Fernando foi assassinado em Sarajevo por um nacionalista sérvio. Esse acontecimento precipitou o início da Primeira Guerra Mundial. Em 1918, a Bósnia-Herzegovina foi anexada à Sérvia, como parte do Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos. Durante a segunda guerra mundial, decorrendo de perseguições e limpeza étnica às mãos do regime fascista croata, satélite da Itália de Mussolini, a proporção da população sérvia-ortodoxa da Bósnia-Herzegovina diminuiu de dois terços para um terço do total. Em 1946, os dois territórios integraram a República Socialista Federativa da Jugoslávia, de regime comunista, sob a liderança do croata Josip Broz Tito.

Com o colapso do comunismo, em 1989-1990, a Jugoslávia mergulhou numa onda de nacionalismo extremo, no quadro dum processo intencional externamente estimulado com vista ao desmembramento da Jugoslávia. Depois de a Croácia abandonar a federação, em 1991, os croatas bósnios e os eslavos muçulmanos aprovaram um referendo a favor da criação de uma república multinacional e independente. Mas os sérvios bósnios recusaram separar-se da Jugoslávia, que nessa altura se encontrava sob o domínio da Sérvia. Em 1992, a Bósnia-Herzegovina foi arrastada para uma guerra civil sangrenta e devastadora, em que as populações acabaram por ser saneadas das regiões tomadas por cada nacionalidade. Em 1995 foi assinado o Acordo de Dayton e desde essa altura as forças da Organização das Nações Unidas encontram-se no território para garantir o cumprimento dos acordos de paz.

En otros idiomas
беларуская (тарашкевіца)‎: Босьнія і Герцагавіна
বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী: বসনিয়া বারো হার্জেগোভিনা
Chavacano de Zamboanga: Bosnia y Hercegovina
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Bosnia gâe̤ng Herzegovina
qırımtatarca: Bosna ve Hersek
словѣньскъ / ⰔⰎⰑⰂⰡⰐⰠⰔⰍⰟ: Босна
estremeñu: Bósnia Ercegovina
Frysk: Bosnje
गोंयची कोंकणी / Gõychi Konknni: बॉस्निया आणि हर्झगोव्हिना
客家語/Hak-kâ-ngî: Bosnia lâu Herzegovina
hornjoserbsce: Bosniska a Hercegowina
Kreyòl ayisyen: Bosni ak Erzegovin
Bahasa Indonesia: Bosnia dan Herzegovina
Kongo: Bosna
kalaallisut: Bosnia-Hercegovina
къарачай-малкъар: Босния бла Герцеговина
Lëtzebuergesch: Bosnien an Herzegowina
Lingua Franca Nova: Bosnia e Hersegovina
لۊری شومالی: بوسنی و ھئرزئگوڤین
Basa Banyumasan: Bosnia-Herzegovina
Bahasa Melayu: Bosnia dan Herzegovina
Dorerin Naoero: Boteniya me Erdegobina
Napulitano: Bosnia-Erzegovina
Plattdüütsch: Bosnien-Herzegowina
Nedersaksies: Bosnië-Herzegovina
norsk nynorsk: Bosnia-Hercegovina
Livvinkarjala: Bosnii-Hertsegovinu
Papiamentu: Bosnia Herzogovina
Norfuk / Pitkern: Bosnya a' Hersegowina
tarandíne: Bosnie-Erzegovine
संस्कृतम्: बास्निया
davvisámegiella: Bosnia ja Hercegovina
srpskohrvatski / српскохрватски: Bosna i Hercegovina
Simple English: Bosnia and Herzegovina
slovenčina: Bosna a Hercegovina
slovenščina: Bosna in Hercegovina
Gagana Samoa: Bosnia ma Herzegovina
Soomaaliga: Bosniya
Sranantongo: Bosnikondre
Türkçe: Bosna-Hersek
ئۇيغۇرچە / Uyghurche: بوسنىيە ۋە ھېرسېگوۋىنا
oʻzbekcha/ўзбекча: Bosniya va Gersegovina
vepsän kel’: Bosnii da Gercegovin
Tiếng Việt: Bosna và Hercegovina
walon: Bosneye
Wolof: Bosni
吴语: 波黑
Bân-lâm-gú: Bosnia kap Herzegovina
粵語: 波斯尼亞