Armando Albano

Armando Albano
Informações pessoais
Nome completoArmando Albano
Data de nasc.19 de julho de 1909
Local de nasc.,  Brasil
Falecido em11 de junho de 1942
Local da morteRio de Janeiro,  Brasil
Informações no clube
Posição
Seleção nacional
Flag of Brazil.svg Brasil

Armando Albano (São Paulo, 19 de julho de 1909Rio de Janeiro, 11 de junho de 1942) foi um jogador de basquetebol brasileiro.[1][2]

  • trajetória esportiva

Trajetória esportiva

Armando Albano disputou pela Seleção Brasileira de Basquete três campeonatos sul-americano masculinos. Em 1934, quando o Brasil terminou a competição em 3° lugar, ele fez 39 pontos em apenas cinco jogos. Foi o "cestinha" da delegação que viajou para a disputa na Argentina.[1] Em 1935 fez 31 pontos em quatro jogos, ajudando a levar a seleção ao vice-campeonato frente à Argentina (que conquistava neste ano o bicampeonato) em pleno Rio de Janeiro. Armando Albano foi o segundo maior pontuador brasileiro, atrás somente de Arnaldo Albano.[1]

Em 1939, novamente no Rio de Janeiro, Armando Albano disputou o sul-Americano pela terceira ocasião. Desta vez, marcou apenas seis pontos nos dois únicos jogos em que entrou em quadra. Pouco, mas o suficiente para ajudar seu país a ser campeão daquele ano.[1]

Armando Albano Iniciou a carreira no Palestra Itália, atual Sociedade Esportiva Palmeiras.[3] Depois foi para o Fluminense e, finalmente, tornou-se jogador do Botafogo Football Club.[1][3] Em 11 de junho de 1942, numa partida válida pelo Campeonato Carioca de Basquete disputada no ginásio do Mourisco Mar contra o Club de Regatas Botafogo, Armando entrou em quadra atrasado.[4][3] No intervalo do jogo, ao abaixar-se para pegar uma bola, Armando teve um infarto fulminante.[4] A morte do atleta foi o pretexto necessário para que os presidentes dos dois Botafogos se unissem a fim de realizar a fusão dos clubes.[1][4][3] Após seis meses do falecimento de Armando Albano, era oficializada a criação do Botafogo de Futebol e Regatas.[1]

Referências

  1. a b c d e f g Olimpianos - Atletas Olímpicos Brasileiros - ARMANDO ALBANO Arquivado em 18 de janeiro de 2017, no Wayback Machine. Acessado em 17 de janeiro de 2017
  2. Revista IstoÉ - Memórias Olímpicas por Atletas Brasileiros (por Katia Rubio) Arquivado em 8 de julho de 2016, no Wayback Machine. Acessado em 17 de janeiro de 2017
  3. a b c d O Globo - Esportes - Em dia de festa no Engenhão, camisa histórica volta ao Botafogo Acessado em 17 de aneiro de 2017
  4. a b c Memórias Olímpicas por Atletas Brasileiros Arquivado em 8 de julho de 2016, no Wayback Machine. Acessado em 17 de janeiro de 2017


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia .
En otros idiomas
français: Armando Albano
italiano: Armando Albano