Ananindeua

Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes fiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Município de Ananindeua
"Cidade Dinâmica do Brasil"
"Pequena Metrópole da Amazônia"
BR-316, no trecho que atravessa Ananindeua, nas proximidades do Campus UNAMA BR, em 2012.

BR-316, no trecho que atravessa Ananindeua, nas proximidades do Campus UNAMA BR, em 2012.
Bandeira de Ananindeua
Brasão de Ananindeua
BandeiraBrasão
Hino
Aniversário03 de janeiro
Fundação03 de janeiro de 1944 (74 anos) [1]
Gentílicoananindeuense[2]
Prefeito(a)Manoel Carlos Antunes (Pioneiro) (PSDB)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Ananindeua
Localização de Ananindeua no Pará
Ananindeua está localizado em: Brasil
Ananindeua
Localização de Ananindeua no Brasil
01° 21' 57" S 48° 22' 19" O01° 21' 57" S 48° 22' 19" O
Unidade federativaPará Pará
MesorregiãoMetropolitana de Belém IBGE/2008[3]
MicrorregiãoBelém IBGE/2008[3]
Região metropolitanaBelém
Municípios limítrofesBelém, Marituba e Benevides
Características geográficas
Área190,451 km² [4]
População516 057 hab. estimativa IBGE/2017[5]
Densidade2 709,66 hab./km²
Altitude20 m
ClimaEquatorial Am
Fuso horárioUTC−3
Indicadores
IDH-M0,718 (PA: 2º) – elevado PNUD/2010[6]
PIBR$ 6 236 496 mil (PA: 4º) – IBGE/2015[7]
PIB per capitaR$ 12 339,62 IBGE/2015[7]
Página oficial
Prefeiturawww.ananindeua.pa.gov.br
Câmarawww.cma.pa.gov.br

Ananindeua é um município brasileiro do estado do Pará na Região Metropolitana de Belém. É o segundo município mais populoso do estado e o quarto da Região Norte do Brasil.[8][9] Está conurbada com Belém e Marituba, ambos municípios da Região Metropolitana de Belém. Sua população é estimada é de 516.057 habitantes, segundo dados do IBGE 2017, superada por Manaus, Belém e Porto Velho.

O nome Ananindeua é de origem tupi, deve-se a grande quantidade de árvore chamada Anani (Symphonia globulifera), uma árvore que produz a resina de cerol utilizada para lacrar as fendas das embarcações. A cidade é originária de ribeirinhos, começou a ser povoada a partir da antiga Estrada de Ferro de Bragança.

Originalmente considerada "cidade dormitório", apresentou um considerável desenvolvimento nos últimos anos, decorrente da falta de espaço para a construção de novas moradias em Belém.

Teve seu maior incremento populacional a partir da construção da BR-010 (Belém-Brasília) na década de 1960, na qual as indústrias localizadas em Belém começaram a se estabelecer ao longo desta rodovia.

Na década de 1970, inicia a construção do primeiro conjunto habitacional Cidade Nova, programa de habitação de âmbito Federal, sob responsabilidade da Companhia Habitação do Estado do Pará (COHAB), foi uma espécie de ordenamento da periferia. A área foi adquirido aos poucos, pertencia em sua maioria a japoneses e nordestinos, que possuíam hortas e granjas, a COHAB comprou os terrenos e foram inauguradas as Cidades Novas I a IX.

Depois foi inaugurado o conjunto Guajará, em seguida seria inaugurado o conjunto PAAR (Pará, Amapá, Amazonas e Roraima), no entanto, em sua fase final foi invadido por populosos e por um breve período da história do município foi considerado como a maior invasão da América Latina, hoje ele é considerado um conjunto habitacional.

As margens desse processo, surgiram as áreas de invasões espontâneas, localizadas principalmente próximas aos conjuntos habitacionais. hoje a área continental de Ananindeua concentra mais de 90% da população do município.

A área insular de Ananindeua, fica ao norte do município, sendo composta por 9 ilhas, são elas: Viçosa, João Pilatos, Santa Rosa, Mutá, Arauari, São José da Sororóca, Sororóca, Sassunema e Guajarina. É formada por inúmeros rios, como o do Maguari, e furos, com o da Bela Vista e das Marinhas, e igarapés (ALMEIDA, A. F, 2008).

História

Referências históricas datadas de meados do século XIX permitem identificar traços da fundação do município de Ananindeua. Esses traços guardam relação com o estabelecimento de uma parada e/ou estação da Estrada de Ferro de Bragança, na área territorial, no lugar onde, hoje se encontra instalada sua sede municipal.

Originalmente, Ananindeua pertencia à circunscrição de Belém. A partir da localização da estação da Estrada de Ferro, o seu povoamento começou a adquirir dinamismo, sendo reconhecido como freguesia, e mais tarde, como distrito da capital paraense.

Nas fontes históricas consultadas, não foi possível encontrar os instrumentos eclesiásticos da sua elevação à categoria de freguesia, nem os instrumentos legais de sua consideração como Distrito.

Sabe-se, no entanto que, em 1938, por um ato do Governo Estadual, passou a ser considerada como sede distrital, pertencendo ao município de Santa Isabel do Pará, retornando ao patrimônio territorial de Belém. Pelo Decreto-lei Estadual nº 4.505, de 30 de dezembro de 1943, promulgado pelo Interventor Federal, Magalhães Barata, o município de Ananindeua foi criado, acontecendo sua instalação, como tal, em 3 de janeiro de 1944.

Para dirigir o novo município, assumiu a prefeitura Claudemiro Belém de Nazaré. No mês de outubro de 1945, com a queda do regime ditatorial, foi nomeado como Prefeito de Ananindeua Fausto Augusto Batalha. Sua sede municipal foi reconhecida como cidade em 31 de dezembro de 1947, com a aprovação da Lei nº 62, que foi publicada no Diário Oficial do Estado, em 18 de janeiro de 1948.[carece de fontes?]

Entre os anos 1947 a 1956, o município de Ananindeua contava com os seguintes, distritos: Ananindeua (Centro), Benevides, Benfica e Engenho do Arari. No ano de 1961, pelo disposto na Lei nº 2.460, de 29 de dezembro, com as áreas de seus distritos (Engenho Arari, Benfica e Benevides), foi constituído o município de Benevides. Atualmente, o município de Ananindeua é constituído apenas do distrito-sede.

En otros idiomas
български: Ананиндеуа
বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী: আনানিন্ডেৱা
Deutsch: Ananindeua
Esperanto: Ananindeua
español: Ananindeua
euskara: Ananindeua
suomi: Ananindeua
français: Ananindeua
hrvatski: Ananindeua
magyar: Ananindeua
Հայերեն: Անանինդեուա
Bahasa Indonesia: Ananindeua
italiano: Ananindeua
қазақша: Ананиндеуа
lietuvių: Ananindeua
Malagasy: Ananindeua
Nederlands: Ananindeua
norsk: Ananindeua
polski: Ananindeua
română: Ananindeua
русский: Ананиндеуа
srpskohrvatski / српскохрватски: Ananindeua
српски / srpski: Ананиндеуа
svenska: Ananindeua
українська: Ананіндеуа
Tiếng Việt: Ananindeua
Volapük: Ananindeua
Winaray: Ananindeua
Bân-lâm-gú: Ananindeua