Alergia

Alergia
Urticária resultado de uma alergia
EspecialidadeAlergologia e imunologia
SintomasOlhos vermelhos, irritação pruriginosa da pele, muco nasal, falta de ar, inchaço, espirros[1]
TiposRinite alérgica, alergias alimentares, dermatite atópica, asma, anafilaxia[2]
CausasFatores genéticos e ambientais[3]
Método de diagnósticoBaseado nos sintomas, testes cutâneo-alérgicos[4]
Condições semelhantesIntolerâncias alimentares, intoxicação alimentar[5]
PrevençãoExposição precoce a potenciais alergénios[6]
TratamentoEvitar a exposição a alergénios conhecidos, medicação, hipossensibilização[7]
MedicaçãoCorticosteroides, anti-histamínicos, epinefrina[8][7]
FrequênciaComum[9]
Classificação e recursos externos
CID-1078.4
CID-9995.3
DiseasesDB33481
MedlinePlus000812
eMedicinemed/1101
MeSHD006967
A Wikipédia não é um consultório médico. Leia o aviso médico 

Alergias são um conjunto de condições médicas causadas pela hipersensibilidade do sistema imunitário a substâncias que geralmente causam pouco ou nenhum problema na maioria das pessoas.[10] Estas doenças incluem rinite alérgica, alergias alimentares, dermatite atópica, asma alérgica e anafilaxia.[11] Os sintomas mais comuns são olhos vermelhos, manchas que provocam comichão, fluxo nasal abundante, falta de ar ou inchaço.[12] As intolerâncias e intoxicações alimentares são condições distintas.[13][4]

Entre os alergénios mais comuns estão o pólen e determinados alimentos, embora os metais e outro tipo de substâncias também possam causar alergias. As causas das reações alérgicas mais graves incluem alguns alimentos, picadas de insetos e determinados medicamentos. O desenvolvimento de doenças alérgicas tem origem em fatores genéticos e ambientais.[3] O mecanismo subjacente envolve a ligação dos anticorpos de imunoglobulina E a um alergénio, os quais se ligam depois a um recetor nos mastócitos ou basófilos, onde acionam a libertação de químicos inflamatórios como a histamina.[14] O diagnóstico tem por base o historial clínico da pessoa. Em alguns casos, pode ser útil a realização de exames cutâneos ou análises ao sangue.[4] No entanto, os resultados positivos nem sempre significam que exista uma alergia significativa à substância em causa.[15]

A exposição a potenciais alergénios no início de vida pode oferecer alguma proteção.[6] Os tratamentos para as alergias incluem evitar a exposição aos alergénios conhecidos e o uso de medicamentos como esteroides e anti-histamínicos.[7] Nas reações mais graves é recomendada a injeção de adrenalina (epinefrina).[8] A imunoterapia com alergénios, que gradualmente expõe a pessoa a quantidades cada vez maiores de alergénios, pode ter utilidade para alguns tipos de alergias, como a rinite alérgica e as reações a picadas de insetos, embora a sua eficácia em alergias alimentares não seja ainda clara.[7]

As alergias são doenças comuns.[16] Nos países desenvolvidos, cerca de 20% das pessoas são afetadas por rinite alérgica,[17] cerca de 6% têm pelo menos uma alergia alimentar,[4][6] e cerca de 20% manifestam dermatite atópica pelo menos uma vez na vida.[18] Dependendo do país, entre 1 e 18% da população tem asma[19][20] e entre 0,05 e 2% tem anafilaxia.[21] A prevalência de muitas doenças alérgicas aparenta estar a aumentar.[8][22] O termo "alergia" foi usado pela primeira vez por Clemens von Pirquet em 1906.[3]

Classificação

O esquema adiante resume a classificação dos diversos tipos de hipersensibilidade. As reações de hipersensibilidade imediatas incluem a anafilaxia, as reações citotóxicas e as reações devidas a determinados tipos de complexos antígeno-anticorpo em consequência qual produzem-se alterações nos tecidos. Note-se que, enquanto na anafilaxia o anticorpo está associado às células provando respostas dessas ao reagirem com o antígeno, nas reações citotóxicas, o antígeno é que se encontra associado às células. Nas reações devidas a complexos antígeno-anticorpo, nem o antígeno o anticorpo se encontram previamente associados às células, ocorrendo a reação após combinação do antígeno com o anticorpo livre. Além disso, enquanto as duas reações dependem da reação de complemento, as reações anafiláticas acontecem sem a participação desse sistema. Existem evidências demostrando que, em quase todas as reações, a resposta do organismo é divida à ação de substâncias formadas ou liberadas do tecido pela reação do antígeno-anticorpo. Essas substâncias, que usualmente possuem intensa atividade farmacológica, são denominadas mediadores farmacológicos químicos ou simplesmente mediadores.

Ver artigo principal: Inflamação
Reações de Hipersensibilidade
Mediadas por anticorpos
Mediadas por Linfócitos T
anafilaxia
Reações por complexos imunes
Devidas as infecções bacterianas, vírus e parasitos.
Devido a proteína purificada
Devido a substância química simples(dermatite de contato)
  • Alergia alimentar: Reação alérgica após a ingestão de alimentos. Os principais sintomas são: inchaço nos olhos, coceira na língua ou na garganta, grosseirão na pele. A reação alérgica ao leite, ovo, soja e trigo geralmente ocorre na infância. Já a alergia a frutos do mar, amendoim e castanha pode começar na adolescência e na idade adulta.[23]
En otros idiomas
aragonés: Alerchia
العربية: حساسية
অসমীয়া: এলাৰ্জী
asturianu: Alerxa
azərbaycanca: Allergiya
تۆرکجه: آلرژی
башҡортса: Аллергия
беларуская: Алергія
беларуская (тарашкевіца)‎: Алергія
български: Алергия
Bahasa Banjar: Riman
bosanski: Alergija
català: Al·lèrgia
کوردی: ھەستۆکی
čeština: Alergie
Cymraeg: Alergedd
dansk: Allergi
Deutsch: Allergie
Ελληνικά: Αλλεργία
English: Allergy
Esperanto: Alergio
español: Alergia
eesti: Allergia
euskara: Alergia
فارسی: آلرژی
suomi: Allergia
français: Allergie
Gaeilge: Ailléirge
galego: Alerxia
ગુજરાતી: એલર્જી
客家語/Hak-kâ-ngî: Ko-men
עברית: אלרגיה
हिन्दी: एलर्जी
hrvatski: Alergija
Kreyòl ayisyen: Alèji
magyar: Allergia
Հայերեն: Ալերգիա
interlingua: Allergia
Bahasa Indonesia: Alergi
Ido: Alergio
italiano: Allergia
日本語: アレルギー
Basa Jawa: Alèrgi
ქართული: ალერგია
қазақша: Аллергия
ಕನ್ನಡ: ಅಲರ್ಜಿ
한국어: 알레르기
Latina: Allergia
lingála: Allergie
lietuvių: Alergija
latviešu: Alerģija
македонски: Алергија
монгол: Харшил
Bahasa Melayu: Alergi
မြန်မာဘာသာ: ဓာတ်မတည့်ခြင်း
नेपाल भाषा: एलर्जी
Nederlands: Allergie
norsk nynorsk: Allergi
norsk: Allergi
occitan: Allergia
ଓଡ଼ିଆ: ଆଲର୍ଜି
ਪੰਜਾਬੀ: ਅਲਰਜੀ
polski: Alergia
română: Alergie
русский: Аллергия
sicilianu: Allirgìa
davvisámegiella: Allergiija
srpskohrvatski / српскохрватски: Alergija
Simple English: Allergy
slovenčina: Alergia
slovenščina: Alergija
српски / srpski: Алергија
svenska: Allergi
தமிழ்: ஒவ்வாமை
తెలుగు: అలర్జీ
тоҷикӣ: Аллергия
Tagalog: Alerhiya
Türkçe: Alerji
татарча/tatarça: Аллергия
українська: Алергія
oʻzbekcha/ўзбекча: Allergiya
vèneto: Ałergia
Tiếng Việt: Dị ứng
მარგალური: ალერგია
中文: 过敏
粵語: 敏感