A Torre Negra

Disambig grey.svg Nota: Este artigo é sobre um livro de Stephen King. Para sua adaptação cinematográfica, veja A Torre Negra (filme).
A Torre Negra
O Pistoleiro.jpg
Capa da edição brasileira mais recente, de 2004, de A Torre Negra: O Pistoleiro, pela editora Suma de Letras
Livros
O Pistoleiro (1982)
A Escolha dos Três (1987)
As Terras Devastadas (1991)
Mago e Vidro (1997)
Lobos de Calla (2003)
Canção de Susannah (2004)
A Torre Negra (2004)
O Vento Pela Fechadura (2012)[1]
Informações
AutorStephen King
Título originalThe Dark Tower
TradutorBrasil Mário Molina, Alda Porto
Idioma originalEstados Unidos Inglês
Publicado entreEstados Unidos 1982-2012
Brasil 1996-2013
EditoraEstados Unidos Grant
Brasil Objetiva/Suma de Letras
Portugal Bertrand Editora
País Estados Unidos
GêneroFantasia, terror, faroeste

A Torre Negra, no original, The Dark Tower, é uma série literária do escritor americano Stephen King. Misturando alta fantasia, faroeste, ficção científica e terror numa narrativa que forma um mosaico da cultura popular contemporânea, o enredo segue um "pistoleiro" e sua busca em direção a uma torre, a Torre Negra, cuja natureza é tanto física quanto metafórica.

Considerada a magnum opus do escritor, levou trinta e três anos para ser concluída - de 1970 a 2003[2] - e em 2010 havia alcançado a marca de 30 milhões de exemplares vendidos[1]. Os volumes da série incluem os romances, "O Pistoleiro", de 1982, "A Escolha dos Três", de 1987, "As Terras Devastadas", de 1991, "Mago e Vidro", de 1997, "Lobos de Calla", de 2003, "Canção de Susannah" e "A Torre Negra", de 2004, e "O Vento pela Fechadura", de 2012[3] , além do conto estendido "The Little Sisters of Eluria", publicado em 1998. A saga é inspirada no universo imaginário do inglês J. R. R. Tolkien (1892-1973), no poema épico do século XIX "Childe Roland à Torre Negra Chegou" escrito por Robert Browning (1815-1889), e repleta de referências à cultura pop, às Lendas Arturianas e ao cinema faroeste.[2][4]

Criação

Desenvolvimento

Stephen King começou a escrever a coleção quando ainda era um estudante universitário, na década de 1970.[4] O primeiro volume, O Pistoleiro, foi publicado inicialmente em capítulos na revista de ficção científica The Magazine of Fantasy & Science Fiction. Relançado em 1982 em forma de livro, foi seguido por seis outros romances. Em 2003, o primeiro volume ganhou uma edição revista e expandida.[2]

Desde seu lançamento, a série vem reunindo milhares de fãs no mundo todo, e é considerada por muitos leitores e críticos a obra mais importante do escritor norte-americano.[4][5] Alguns casos demonstram a devoção de admiradores para com A Torre Negra. Em 1998, por exemplo, Stephen King recebeu a carta de uma senhora idosa em fase terminal de câncer; ela implorou para que o autor revelasse o desfecho da série e prometeu não contar a mais ninguém.[2] No ano seguinte, outro leitor à beira da morte fez o mesmo pedido. King se surpreendeu com as cartas. Não revelou, porém, o final da série, porque nem ele, até então, sabia como terminaria.[2] Quando o autor sofreu um acidente de carro em 1999, alguns temeram nunca vê-lo concluir a série.[5]

Continuação

Embora a série tenha sido declarada oficialmente concluída com a publicação do sétimo volume em 2004, em uma entrevista de março de 2009 King fez uma declaração descrevendo uma ideia que ele havia tido recentemente para uma nova história; de acordo com ele, o pensamento era de um novo romance para A Torre Negra.[6] A respeito da saga, King acrescentou: "Ainda não está realmente pronta. Estes sete livros são realmente seções de um longo super romance".[6]

O tomo, intitulado The Dark Tower: The Wind Through the Keyhole (na edição do Brasil: A Torre Negra: O Vento pela fechadura) foi anunciado no site oficial de Stephen King em 10 de março de 2011, tendo sido lançado em edição especial em 21 de fevereiro de 2012 e publicado oficialmente em 24 de abril do mesmo ano - com versões em ebook e audiobook.[3] King observou que a história do romance está situada entre o quarto e o quinto livros da série, e conta o que aconteceu ao Ka-tet antes de chegar à cidade de Calla; a versão americana da obra é menor do que o segundo livro, porém maior do que o primeiro.[3] De acordo com Philippa Pride, editor britânico de Stephen King, The Wind Through the Keyhole pode ser lido sozinho, sem o conhecimento prévio dos demais livros.[7] Já está a venda nas livrarias do Brasil com o título "A Torre Negra: O Vento Pela Fechadura.

Conexões com outros livros de King

• It, a Coisa • Carrie, a estranha • A dança da morte • O talismã • A hora do vampiro • Saco de Osso • A casa Negra • Insônia • Rose Madder • Buick 8 • Christine • O iluminado • Celular • O cemitério • Cujo • Sob a redoma • Os Olhos do Dragão

En otros idiomas