Étienne Méhul

Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde agosto de 2018). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Étienne Méhul
Nome nativoÉtienne-Nicolas Méhul
Nascimento22 de junho de 1763
Givet
Morte18 de outubro de 1817 (54 anos)
Paris
Sepultamentocemitério do Père-Lachaise
CidadaniaFrança
Ocupaçãocompositor, organista
PrêmiosLegião de Honra, Prix de Rome
Magnum opusChant du départ
Movimento estéticomúsica clássica, era romântica
Causa da mortetuberculose
Assinatura
Méhul signature.jpg
Étienne Méhul, Antoine-Jean Gros

Etienne Henri (ou Nicolas) Méhul (22 de junho, 1763 - 18 de outubro, 1817) foi um compositor francês, "o mais importante compositor de ópera na França durante a Revolução Francesa."[1] Ele também foi o primeiro compositor a ser chamado de "Romântico".[2]

Vida

Ele nasceu em Givet, Ardennes. Os pais demasiado pobres para lhe dar uma educação musical regular, as suas primeiras lições vieram de um pobre cego organista da Givet; ainda que fosse essa a sua aptidão, quando fêz dez anos, foi nomeado organista do convento do Récollets. Em 1775 um músico e organista alemão, Wilhelm Hauser, foi contratado para o mosteiro de Lavaldieu, a poucos quilómetros de Givet, Méhul tornou-se seu pupilo ocasional.