Ásia

Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Ásia (desambiguação).
Ásia

Mapa da Ásia


Localização da Ásia no globo terrestre.
VizinhosEuropa, África, Oceania e América do Norte
Divisões 
 - Países45
 - Dependências7
Área 
 - Total43 810 582 km²
 - Maior país Rússia
 - Menor país Maldivas
Extremos de elevação 
 - Ponto mais altoMonte Everest (8 844,43 m), China/Nepal
 - Ponto mais baixoMar Morto (-396 m), Israel/Jordânia
População 
 - Total4 050 404 000 habitantes
 - Densidade89,07 hab./km²

Ásia é o maior dos continentes, tanto em área como em população. Abrange um terço das partes sólidas da superfície da Terra e é responsável por abrigar quase três quintos da população mundial. A Ásia faz fronteira no lado ocidental com a África e com a Europa, e no lado oriental com o oceano Pacífico, a Oceania e, em menor proporção, com a América do Norte, pelo Estreito de Bering. O ponto extremo setentrional do continente está localizado no oceano Glacial Ártico. Mas na parte meridional, a Ásia chega ao seu final na região mais quente dos trópicos, nas imediações da linha do equador.[1] Na Ásia são encontradas algumas das montanhas mais altas do mundo; os rios mais extensos; os maiores desertos, planícies e planaltos; as selvas e florestas mais densas. A altitude máxima e a mínima está localizada na Ásia. O monte Everest, a altitude máxima do planeta, está localizada a 8 848 m acima do nível do mar; ao longo da linha fronteiriça da República Democrática Federal do Nepal com a região autônoma chinesa do Tibete. O litoral do mar Morto, a planície de menor altitude do mundo, estão localizadas a 396 m abaixo do nível do mar, na região fronteiriça do Estado de Israel com o Reino Hashemita da Jordânia.[1]

Dos 55 países são encontradas algumas das maiores e menores nações do mundo, tanto em área como em população.[2] A Federação Russa, cuja parte europeia corresponde a um quarto de seu território, tem três quartos de território na parte asiática, sendo duas vezes maior que os Estados Unidos e o Canadá juntos. Mas três nações asiáticas — Reino do Barém, República de Singapura e República das Maldivas — juntas corresponderiam à extensão territorial da ilha de Marajó. A população da República Popular da China ou da República da Índia é maior do que as populações dos continentes norte-americano e sul-americano somadas. Porém, aproximadamente dois terços dos países da Ásia tem uma população pequena em relação à da Região Metropolitana de São Paulo.[3] O povo é enormemente diferente em árvores genealógicas, práticas ou comportamentos habituais, idiomas, crenças de religião o modus vivendi.[3] A civilização asiática teve início há mais de 4 000 anos, muito antes de começar no mundo ocidental, em termos de atividades econômicas, manifestações culturais e desenvolvimento da ciência. O povo da Ásia fundou as cidades mais antigas, estabeleceu os sistemas de leis mais antigos e criou a figura dos agricultores e comerciantes mais antigos. Os cidadãos da Ásia foram os inventores da escrita e criaram as primeiras literaturas. Os fundadores de todas as religiões mais relevantes do mundo foram asiáticos: Buda, Confúcio, Jesus Cristo e Maomé. Os asiáticos também foram os inventores do papel, da pólvora, da bússola e do tipo móvel.[3]

As nações asiáticas têm vários sistemas de governo. Os comunistas são responsáveis pelo governo da China e de alguns outros países. Os monarcas governam os reinos da Arábia Saudita e a Tailândia, por exemplo. Os xeques são os controladores do Reino do Barém, do Estado do Catar e dos Emirados Árabes Unidos. Dos países da Ásia que são seguidores dos princípios da democracia, podemos citar Israel e Japão. Líderes das forças armadas passaram a exercer o controle de muitas nações da Ásia em períodos de conturbação. Os sultões de nove estados malaios ocupam a função no cargo de chefe supremo da nação.[3] A população asiática é muito diversificada quanto tudo o que se refere ao continente. Durante o século XVI, a economia asiática declinou-se, enquanto o mundo ocidental teve rápido progresso. As nações do Oeste da Europa foram os conquistadores da parte predominante da Ásia dos século XVI até o século XIX.[3] A economia defasada entre o continente asiático e o mundo ocidental teve aumento ainda mais na época da colonização vinda da Europa. Os cidadãos da Europa e dos Estados Unidos foram responsáveis pelo desenvolvimento do sistema industrial e tiveram o início da utilização de máquinas e de outros recursos na atividade agrícola. Isto tornou possível a criação de novos empregos, o aumento produtivo, e a melhoria do nível de vida. Mas a maior parte dos países da Ásia não se desenvolveram industrialmente. Continuaram sendo países de economia baseada na agricultura, e seus agricultores empregavam na utilização de ferramentas, manuais e métodos nada modernos.[3] Ao mesmo tempo, a explosão populacional — que ainda está a ocorrer — aumentou de modo incrível a população asiática como do mundo ocidental. Mais e mais produtos alimentícios, ocupações empregatícias, instituições de ensino, além de outras coisas básicas, tornavam-se necessidade de acordo com o aumento populacional. O mundo ocidental, por causa do desenvolvimento de sua economia, teve mais recursos do que o continente asiático para enfrentar os problemas que foram as consequências da explosão demográfica.[3]

Quase toda a Ásia colonial teve sua independência conquistada em meados do século XX. A partir de então, muitos cidadãos da Ásia têm trabalhado para ter o padrão de vida elevado, incentivando as atividades industrial, a agrícola, e diminuindo o crescimento da população. As disputas políticas já dificultaram essa tarefa. Após a Segunda Guerra Mundial (1939-1945),o continente asiático foi convertido no centro das lutas entre países que adotam o comunismo como sistema de governo e países que utilizam o capitalismo como sistema econômico. Na maioria dos países da Ásia, a luta começou, quando os comunistas tiveram o desejo de ocupar o poder executivo do novo país independente. Fora disso, outras disputas que não se relacionam com os políticos do comunismo foram provocadores de brigas entre diversos grupos no continente asiático. Sendo assim, a Ásia, quase de modo ininterrupto, enfrenta conflitos militares e civis e ameaças bélicas enquanto tenta a solução de todos os problemas.[3]

Etimologia

O termo "Ásia" foi recebido pela língua portuguesa através do latim, a partir do grego antigo Ασία. O primeiro registro do topônimo é encontrado em Heródoto: em cerca de 440 a.C., aquele historiador grego mencionava a uma divisão do mundo em três partes, cujos nomes referiam-se a personagens da mitologia grega: a Europa, em homenagem à ninfa oceânida ou à filha de Agenor; a Líbia (que é como os gregos antigos chamavam a África), em homenagem à mãe de Agenor; e a Ásia (Ασία), em homenagem a outra ninfa oceânica, mais conhecida como Clímene. À época, o termo Ásia servia para designar a atual Ásia Menor (Anatólia) ou, por oposição ao mundo grego ou egípcio, o Império Aquemênida. O termo Ασία, por sua vez, pode ser derivado do acádio (w)aṣû(m), que significa "subir", "sair", com respeito ao nascer do sol.

Outra explicação para a etimologia refere-se a Homero, que menciona na Ilíada um certo Ásio, aliado dos troianos e filho de Hírtaco. O nome "Ásio" proviria de Assuwa, uma confederação de Estados do século XIV a.C. localizada no oeste da Anatólia e cujo nome teria origem no hitita assu, que significa "bom".

O gentílico de "Ásia" é asiático (ou asiano, asiânico, ásio).[4]

En otros idiomas
Acèh: Asia
адыгабзэ: Азие
Afrikaans: Asië
Akan: Ehyia
Alemannisch: Asien
አማርኛ: እስያ
aragonés: Asia
Ænglisc: Asia
العربية: آسيا
مصرى: اسيا
অসমীয়া: এছিয়া
asturianu: Asia
авар: Азия
Aymar aru: Asya
azərbaycanca: Asiya
تۆرکجه: آسیا
башҡортса: Азия
Boarisch: Asien
žemaitėška: Azėjė
Bikol Central: Asya
беларуская: Азія
беларуская (тарашкевіца)‎: Азія
български: Азия
भोजपुरी: एशिया
Bislama: Esia
Bahasa Banjar: Asia
bamanankan: Asia
বাংলা: এশিয়া
བོད་ཡིག: ཨེ་ཤེ་ཡ།
বিষ্ণুপ্রিয়া মণিপুরী: এশিয়া
brezhoneg: Azia
bosanski: Azija
буряад: Ази
català: Àsia
Chavacano de Zamboanga: Asia
Mìng-dĕ̤ng-ngṳ̄: Ā-ciŭ
нохчийн: Ази
Cebuano: Asya
Tsetsêhestâhese: Asia
کوردی: ئاسیا
corsu: Asia
qırımtatarca: Asiya
čeština: Asie
kaszëbsczi: Azëjô
словѣньскъ / ⰔⰎⰑⰂⰡⰐⰠⰔⰍⰟ: Асїꙗ
Чӑвашла: Ази
Cymraeg: Asia
dansk: Asien
Deutsch: Asien
Zazaki: Asya
dolnoserbski: Azija
डोटेली: एसिया
Ελληνικά: Ασία
English: Asia
Esperanto: Azio
español: Asia
eesti: Aasia
euskara: Asia
estremeñu: Ásia
فارسی: آسیا
Fulfulde: Aasiya
suomi: Aasia
Võro: Aasia
føroyskt: Asia
français: Asie
arpetan: Asia
Nordfriisk: Aasien
furlan: Asie
Frysk: Aazje
Gaeilge: An Áise
Gagauz: Aziya
贛語: 亞洲
Gàidhlig: Àisia
galego: Asia
گیلکی: آسیا
Avañe'ẽ: Ásia
गोंयची कोंकणी / Gõychi Konknni: आशिया खंड
𐌲𐌿𐍄𐌹𐍃𐌺: 𐌰𐍃𐌹𐌰
ગુજરાતી: એશિયા
Gaelg: Yn Aishey
Hausa: Asiya
客家語/Hak-kâ-ngî: Â-chû
Hawaiʻi: ‘Ākia
עברית: אסיה
हिन्दी: एशिया
Fiji Hindi: Asia
hrvatski: Azija
hornjoserbsce: Azija
Kreyòl ayisyen: Azi
magyar: Ázsia
Հայերեն: Ասիա
interlingua: Asia
Bahasa Indonesia: Asia
Interlingue: Asia
Igbo: Asia
Ilokano: Asia
ГӀалгӀай: Ази
Ido: Azia
íslenska: Asía
italiano: Asia
ᐃᓄᒃᑎᑐᑦ/inuktitut: ᐊᓰᐊ
日本語: アジア
Patois: Ieja
la .lojban.: zdotu'a
Basa Jawa: Asia
ქართული: აზია
Qaraqalpaqsha: Aziya
Taqbaylit: Asya
Адыгэбзэ: Азиэ
Kongo: Azia
қазақша: Азия
kalaallisut: Asia
ភាសាខ្មែរ: អាស៊ី
ಕನ್ನಡ: ಏಷ್ಯಾ
한국어: 아시아
Перем Коми: Азия
къарачай-малкъар: Азия
कॉशुर / کٲشُر: ایشیا
kurdî: Asya
коми: Азия
kernowek: Asi
Кыргызча: Азия
Latina: Asia
Ladino: Asya
Lëtzebuergesch: Asien
лезги: Азия
Lingua Franca Nova: Asia
Luganda: Asia
Limburgs: Azië
Ligure: Asia
lumbaart: Asia
lingála: Azía
ລາວ: ອາຊີ
لۊری شومالی: آسیا
lietuvių: Azija
latgaļu: Azeja
latviešu: Āzija
मैथिली: एसिया
Basa Banyumasan: Asia
мокшень: Азия
Malagasy: Azia
олык марий: Азий
Māori: Āhia
Baso Minangkabau: Asia
македонски: Азија
മലയാളം: ഏഷ്യ
монгол: Ази
मराठी: आशिया
кырык мары: Ази
Bahasa Melayu: Asia
Malti: Asja
Mirandés: Ásia
မြန်မာဘာသာ: အာရှ
эрзянь: Азия Мастор
مازِرونی: آسیا
Dorerin Naoero: Eija
Nāhuatl: Asia
Napulitano: Asia
Plattdüütsch: Asien
Nedersaksies: Azie
नेपाली: एसिया
नेपाल भाषा: एसिया
Oshiwambo: Asia
Nederlands: Azië
norsk nynorsk: Asia
norsk: Asia
Novial: Asia
Nouormand: Âsie
Sesotho sa Leboa: Asia
Diné bizaad: (*"asia")
Chi-Chewa: Asia
occitan: Asia
Livvinkarjala: Aazii
Oromoo: Eeshiyaa
ଓଡ଼ିଆ: ଏସିଆ
Ирон: Ази
ਪੰਜਾਬੀ: ਏਸ਼ੀਆ
Pangasinan: Asia
Kapampangan: Asia
Papiamentu: Asia
Picard: Asie
Deitsch: Asie
Pälzisch: Asie
Norfuk / Pitkern: Asya
polski: Azja
Piemontèis: Asia
پنجابی: ایشیا
Ποντιακά: Ασίαν
پښتو: آسيا
Runa Simi: Asya
rumantsch: Asia
Romani: Asia
română: Asia
armãneashti: Asia
tarandíne: Asie
русский: Азия
русиньскый: Азія
Kinyarwanda: Aziya
संस्कृतम्: जम्बुद्वीपः
саха тыла: Азия
sardu: Asia
sicilianu: Asia
Scots: Asie
سنڌي: ايشيا
davvisámegiella: Ásia
Sängö: Asie
srpskohrvatski / српскохрватски: Azija
සිංහල: ආසියාව
Simple English: Asia
slovenčina: Ázia
slovenščina: Azija
Gagana Samoa: Asia
chiShona: Asia
Soomaaliga: Aasiya
shqip: Azia
српски / srpski: Азија
Sranantongo: Asi (doti)
Sesotho: Asia
Seeltersk: Asien
Basa Sunda: Asia
svenska: Asien
Kiswahili: Asia
ślůnski: Azyjo
தமிழ்: ஆசியா
ತುಳು: ಏಷ್ಯಾ
తెలుగు: ఆసియా
tetun: Ázia
тоҷикӣ: Осиё
Türkmençe: Aziýa
Tagalog: Asya
lea faka-Tonga: ʻĒsia
Tok Pisin: Esia
Türkçe: Asya
Xitsonga: Axiya
татарча/tatarça: Азия
chiTumbuka: Asia
reo tahiti: ’Ātia
тыва дыл: Азия
удмурт: Азия
ئۇيغۇرچە / Uyghurche: ئاسىيا
українська: Азія
اردو: ایشیا
oʻzbekcha/ўзбекча: Osiyo
vèneto: Axia
vepsän kel’: Azii
Tiếng Việt: Châu Á
West-Vlams: Azië
Volapük: Siyop
walon: Azeye
Winaray: Asya
Wolof: Asi
吴语: 亚洲
хальмг: Азия
isiXhosa: I-Eshiya
მარგალური: აზია
ייִדיש: אזיע
Yorùbá: Ásíà
Vahcuengh: Yacouh
Zeêuws: Azië
中文: 亚洲
文言: 亞細亞洲
Bân-lâm-gú: A-chiu
粵語: 亞洲
isiZulu: I-Eshiya